Fotografía de Abe Rábade

Mineus Duo

Atravessando o Minho: canções de Galiza e Portugal

  • Jardim das Amoreiras (Fortaleza), Valença (NOVA LOCALIZAÇÃO)
  • 20:00h

Jorge Prego, tenor

Miguel Campinho, piano

NOTAS

BIO

O Dúo Mineus recebe numerosos elogios em ambos os lados do Atlântico pelas suas apresentações de canções líricas da Galiza e Portugal. O tenor Jorge Prego e o pianista Miguel Campinho deixaram para trás as suas terras de origem para crescer como artistas no Novo Mundo, mantendo os fortes laços com as suas raízes e património cultural. Assim nasce o Projecto Mineus — nome romano do rio Minho— um símbolo de herança comum às duas culturas.

Aclamado como um cantor “extraordinariamente refinado”, o viguense Jorge Prego actuou e gravou com orquestras e teatros de ópera de prestigio tanto nos EUA como na Europa. Miguel Campinho, nasceu em Braga, é reconhecido nos EUA pela sua promoção da cultura portuguesa. Apresentou música de portuguesa em concertos, gravações, edições e monografias. O Dúo Mineus apresenta concertos, conferências e masterclasses por todo o mundo. A próxima tour pelos EUA inclui recitais em Texas, Nova Iorque e Harvard, entre outros.

PROGRAMA

GALIZA
Eugenia Osterberger (1852-1932) Cantigas e melodias galegas
Despedidas
Tristeiras
Popular
Marcial del Adalid (1826-1881) Cantares antifos e novos da Galiza
Soedades
Pesoulle!
Afrixida
Fanny Garrido
Xoán Montes (1840-1899) Seis baladas galegas
Lonxe da terriña
Negra sombra
Aureliano Pereira
Rosalía de Castro
Xosé Castro “Chané“ (1856-1917) Cantiga Galega Manuel Curros Enríquez
PORTUGAL
José Vianna da Motta (1868-1948) Pastoral
Cantar dos Búzios
Canção Perdida
Camilo Castelo Branco
Afonso Lopes Vieira
Guerra Junqueiro
Francisco de Lacerda (1826-1881) De Trovas
Mal-me-queres, bem-me-queres
Não morreu nem acabou
A alegria dos meus olhos
Tenho tantas saudades
Popular
Manuel Ivo Cruz (1901-1985) De Os amores do Poeta
II. Vida da minha alma!
III. Da alma e de quanto tiver
VII. Tudo pode uma afeição
Luis de Camões
Eurico Tomás de Lima (1908-1989) És tu!
Dorme, dorme, meu menino
Mors-Amor
Florbela Espanca
Augusto Gil
Antero de Quental

Usamos cookies propias y de terceros con el fin de ofrecerte una experiencia de mejor calidad. Por favor, revisa nuestra política de cookies y acepta su uso para disfrutar de una experiencia completa. Más información

Los ajustes de cookies de esta web están configurados para "permitir cookies" y así ofrecerte la mejor experiencia de navegación posible. Si sigues utilizando esta web sin cambiar tus ajustes de cookies o haces clic en "Aceptar" estarás dando tu consentimiento a esto.

Cerrar